© Ana Marçalo

Notícias

Destaques
Roaz arrojado em intermares

Domingo que não foi dia santo

No passado Domingo dia 21 de Fevereiro, estando a equipa de campo a caminho do aterro de Porto de

RAAlg Press Clipping

“Press Clipping” da RAAlg

A RAAlg regozija-se de dar que falar. Ao longo dos últimos 4 meses, foram vários os artigos que

Gaivota-de-patas-amarelas coente

Semana de patrulhamento nas ilhas-barreira

No decorrer da semana passada, organizámos três campanhas de patrulhamento para dar resposta a

Outras notícias

04/03/2021

Domingo que não foi dia santo

No passado Domingo dia 21 de Fevereiro, estando a equipa de campo a caminho do aterro de Porto de Lagos para observação e amostragem de uma baleia arrojada morta no dia anterior na praia de Porto de Mós, recebemos os alertas de outros dois arrojamentos mortos, um de uma Tartaruga-bôba arrojada na Praia da Rocha e outro de um Roaz-corvineiro arrojado na Praia dos Tomates. 
Num esforço por desdobrarmos a nossa pequena equipa de 3 biólogos, lográmos a amostragem do rorqual e a recolha da tartaruga mas não nos foi possível garantir a amostragem do golfinho, que ainda assim pode ser observado com detalhe em aterro no dia subsequente.
À medida que a rede vai ficando implementada de forma mais sólida, as necessidades da equipa vão aumentando proporcionalmente. Presentemente temos os olhos postos num futuro de maior operacionalidade da equipa para que não se perca informação de cada vez que um arrojamento ocorra."

Roaz arrojado em intermares
26/02/2021

“Press Clipping” da RAAlg

A RAAlg regozija-se de dar que falar. Ao longo dos últimos 4 meses, foram vários os artigos que saíram em órgãos de comunicação social, salientando a reactivação da rede de arrojamentos regional do Algarve, assim como a sua actividade e pioneirismo na criação da página de internet respectiva (www.raalg.pt).

Sugerimos a consulta dos diversos links abaixo listados:

https://expresso.pt/sociedade/2021-02-18-Ha-cada-vez-mais-animais-a-dar-a-costa-em-Portugal-e-as-redes-de-pesca-sao-o-grande-responsavel

https://www.ccmar.ualg.pt/project/rede-regional-de-arrojamentos-de-cetaceos-e-tartarugas-marinhas-no-algarve

https://www.ccmar.ualg.pt/news/novo-projeto-de-rede-de-arrojamentos-de-cetaceos-e-tartarugas-marinhas-do-algarve

https://barlavento.sapo.pt/ambiente/algarve-tem-novo-projeto-para-recuperar-cetaceos-e-tartarugas-arrojadas

https://greensavers.sapo.pt/rede-de-arrojamentos-do-algarve-a-nova-pagina-onde-pode-reportar-estes-acontecimentos

https://www.sulinformacao.pt/2021/01/rede-de-arrojamentos-do-algarve-lanca-pagina-na-internet-e-apela-a-ajuda-dos-cidadaos/

https://www.glunis.com/PT/Faro/111615214077311/Rede-de-Arrojamentos-do-Algarve-Cet%C3%A1ceos-e-Tartarugas-marinhas

https://beachcam.meo.pt/newsroom/2021/01/rede-de-arrojamentos-do-algarve-tem-novo-site/

https://barlavento.sapo.pt/ambiente/rede-regional-de-arrojamentos-do-algarve-ja-esta-ativa

RAAlg Press Clipping
15/02/2021

Semana de patrulhamento nas ilhas-barreira

No decorrer da semana passada, organizámos três campanhas de patrulhamento para dar resposta a alertas de arrojamentos feitos directamente à RAAlg. As ditas campanhas abrangeram as frentes de mar das Ilhas da Armona e de Tavira assim como a península de Ancão, numa extensão de aproximadamente 21 Km de areal.
Desta iniciativa resultou o registo de 3 arrojamentos de cetáceos mortos, nomeadamente um Golfinho-comum, um Bôto e um delfinídeo cujo estado de decomposição não nos permitiu uma identificação de espécie conclusiva. Estes cetáceos, pelo estado geral das carcaças, correspondem a ocorrências de 2020, não obstante terem sido detectados este ano.
Destacamos ainda o resgate de 4 gaivotas-de-patas-amarelas, prontamente levadas para tratamento e recuperação.
O sucesso destas campanhas assentou grandemente na colaboração com o RIAS (Centro de Recuperação e Investigação de Animais Aelvagens) assim como com a Polícia Marítima de Olhão.

Gaivota-de-patas-amarelas coente
© Equipa RAAlg